Paralelos

Gastos com diárias crescem mais de 29% no Governo do Rio Grande do Norte

Nos últimos sete anos, o Governo do Rio Grande do Norte gastou um total de R$ 103.943.037,9. E em 2017, esses gastos tiveram crescimento de 29,2% em comparação com 2015, primeiro ano da atual administração.

Depois de experimentar uma redução de quase 50% durante os últimos sete anos, os gastos com diárias no governo potiguar voltaram a crescer. Em 2017, o total gasto com esse tipo de despesa fechou em R$14.496.297,81, um crescimento de 24,18% com relação a 2016, quando essas despesas custaram ao bolso do contribuinte um total de R$ 11.673.508,83.

Quando o valor de 2017 é comparado ao valor de 2015 — período que engloba a administração Robinson Faria (PSD) — o crescimento vai a 29,2%. No primeiro ano da atual administração, o total gasto com diárias foi de R$ 11.219.939,64.

De 2010 a 2017, o Governo do Estado gastou um total de R$ 103.943.037,9 com diárias

Os números de 2010 são os primeiros disponíveis no portal da Transparência, implantado no Governo Rosalba Ciarlini (2011 – 2014), na época eleita pelo DEM, partido do qual pediu para sair após ser impedida de tentar a reeleição.

Naquele ano, último da administração Wilma de Faria, que foi tocado pelo ex-governador Iberê Ferreira de Souza (ambos falecidos), o total gasto com diárias foi de R$ 20.563.970,27.

Em 2011, com a nova administração, foi implantado um contingenciamento de despesas. Ao menos no quesito diárias, parece que funcionou.

No primeiro ano da gestão de Rosalba Ciarlini, hoje prefeita de Mossoró, segunda maior cidade do Rio Grande do Norte, os gastos com diárias caíram para R$ 11.518.213,76, o que representou uma redução de 43,98%.

Ainda naquela administração, os gastos com diárias registraram seu menor total na série histórica: em 2013, R$ 10.511.234,31. Ao todo, durante os quatro anos de administração Rosalba Ciarlini, o Governo do Rio Grande do Norte empregou R$ 45.989.321,33  com pagamento de diárias.

Robinson Faria

Governador Robinson Faria (PSD), em viagem a Brasília para participar de audiência sobre o andamento da transposição do Rio São Francisco. (Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)

Em 2015 e 2016, primeiros anos da gestão Robinson Faria (PSD), os gastos com diárias se mantiveram estáveis, com pouca variação em relação aos anteriores: R$ 11.219.939,64 e R$ 11.673.508,83, respectivamente. De um ano para o outro o crescimento foi de 4,04%.

Já ano passado, o terceiro da atual administração, o pagamento de diárias – o dinheiro público empregado nessas despesas – cresceu R$ 3.276.358,17, o que representou um acréscimo de 24,18%. Até agora – em três anos – a administração Robinson Faria gastou com diárias um total de R$ 37.389.746,28.

Todos os números usados nesta reportagem são do portal da Transparência do Governo do RN. E podem ser acessados mais detalhadamente nesta planilha. Em consulta ao Governo do Estado, foi confirmado que esses valores foram efetivamente pagos.

Redução

Apesar do crescimento no último ano, a série histórica (2010 a 2017)  registra uma redução de 29,5%: os gastos deixaram os R$ 20,5 milhões e estão em R$ 14,4 milhões.

O ideal era que o estado mantivesse a redução experimentada em 2013, quando os gastos totais fecharam em R$10.511.234,31, queda de 48,8%. E que essa tendência se estabelecesse.

Acompanhe abaixo um gráfico interativo que demonstra como se comportou essa despesa nos últimos sete anos.

Comentário

A redução dos gastos com diárias certamente não é a total solução para a crise financeira que o Rio Grande do Norte enfrenta. Todavia, em tempos que tudo se resolve por vídeo conferência e que a inovação foi pregada como adjetivo de administração, o crescimento desse tipo de despesa, por mais necessária que seja a viagem (como foi a do Vaticano para a canonização dos Mártires), não ajuda em nada a tão combalida saúde financeira norte-rio-grandense.

O pagamento de diárias não é ilegal nem imoral. Pelo contrário: é por meio dessa despesa que, e muitos casos, o estado consegue prestar serviços importantes à população. Entretanto, o descontrole com este tipo de gasto (caso exista) pode ser sim um fator a mais em uma crise financeira estadual, para qualquer ente da federação, no norte ou no sul. //

Anúncios

0 comentário em “Gastos com diárias crescem mais de 29% no Governo do Rio Grande do Norte

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: